domingo, 18 de setembro de 2016

SINOPSE POÉTICA DO CONTO 'NIMES' DO LIVRO A TERRA DOS LOTÓFAGOS


Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)

Nimes me espera na terra e no mundo de conhecimento absoluto, Na antiguidade, No atemporal e em seu antagônico reduto, Terra de mulatos trabalhadores, Terra de guerreiros  conquistadores, Uns não sabem voar, Outros ensinam a lutar, Uns deixam vestígios de suas construções, Outros dispensam ajuda nas suas labutações, Nimes me vê chegar pelos seus céus carregados, Imiscuir-me nas cores de seus habitantes acinzentados, Sobrevoar a praia trevosa e temível, Cirandar com as crianças no tangível, Oferecer-me às mulheres laboriosas, Convencer suas vistas frias e caridosas, Nimes me vê chegar pelos seus caminhos modificados, Imiscuir-me nas cores de seus habitantes modernizados, Circundar a arena sangrenta e implacável, Cirandar com lembranças do intocável, Oferecer minha admiração ao passado glorioso, Guardar na memória seu atributo menos bondoso, Uns se dizem fluminenses, Outros romanos gauleses, Uns conheceram a morte e viveram, Outros dominaram a vida e morreram.