segunda-feira, 26 de setembro de 2016

MUNDO ILUMINADO

Texto de autoria de Alceu Natali com direito autoral protegido pela Lei 9610/98. LEIA O TEXTO AO SOM DA MÚSICA DO VÍDEO POSTADO NO FIM. Sem ela, a vida seria um erro (Friedrich Nietzsche)

Quando a saudade embravece, Ecoa sempre como a mesma cantiga antiga, Embala meu sofrimento, Me segue por toda a vida, Até a última lua de uma velha noite, Esta lua que prateia os caminhos de minhas dores, Prende-me a esta loucura que me apanha, Como amor à primeira vista, Um sentimento que me visita e me larga do outro lado de sua afeição, Ilumina meu mundo do lado de cá, Me faz cair de cabeça numa paixão, Quando esta lembrança nostálgica se enfurece, Esfuzia relâmpagos que fosforeiam a caligem de minha solidão, Retumba com o estrondo de um trovão que apavora meu coração, Cerra minha visão com brumas e chuvas de cordas que ainda amarram minhas emoções, Até minha imaginação de vê-lo deitado ao meu lado, Tentando tirar-me deste mundo iluminado, E levar-me para o outro lado, Onde não reino, Onde me coloco no mesmo nível dos seus olhos que observam uma pintura em exposição, Onde você se arrisca, Onde nossos mundos se chocarão.